Seja bem vindo
Bauru ,22/05/2024

  • A +
  • A -

Atividades comemorativas ao Mês da Doação de Leite Humano e Proteção do Aleitamento Materno

Fonte:ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO - PREFEITURA DE BAURU
Atividades comemorativas ao Mês da Doação de Leite Humano e Proteção do Aleitamento Materno

Maio é um mês relevante para a Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, pois o Dia Mundial de Doação de Leite Humano é celebrado no dia 19, e no dia 21 é comemorado o Dia Mundial de Proteção ao Aleitamento Materno. Atenção à Campanha ‘Doe leite materno: amor em cada gota doada, vida em cada gota recebida’, do Ministério da Saúde, lançada na segunda-feira (6), a Secretaria de Saúde, através do Banco de Leite Humano (BLH), inicia nesta semana atividades comemorativas em torno do tema.


A campanha do Dia Mundial de Doação de Leite Humano tem como foco a sensibilização de todos os cidadãos para a doação de leite humano, com foco nos recém-nascidos internados nas unidades neonatais. A campanha também tem como objetivo promover discussões sobre a necessidade do aleitamento materno para uma conscientização coletiva da importância do alimento.


Já em relação ao Dia Mundial de Proteção ao Aleitamento Materno, o tema central se baseia na sensibilização da sociedade de que a amamentação é um direito que deve ser defendido através de políticas públicas, priorização e destaque à pesquisa científica, ensinamentos e educação em todos os níveis. O propósito da iniciativa é capacitar profissionais de saúde competentes, organizar serviços capazes de fomentar, apoiar e proteger as famílias da desinformação das indústrias de alimentos para crianças, bicos, chupetas e mamadeiras, e difundir informações fundamentadas em evidências científicas para toda a sociedade.


Durante todo o mês, os usuários participarão de atividades nas salas de espera de toda a rede municipal de saúde e receberão materiais relacionados aos assuntos. O Banco de Leite Humano e seus parceiros, o Grupo de Apoio ao Aleitamento Materno Exclusivo (GAAME) e o Senac Bauru, realizarão workshops e debates no auditório do Senac, situado na rua Engenheiro Saint Martin, 10-12, no Centro. Os eventos são acessíveis e direcionados a educadores, líderes comunitários, estudantes, profissionais da área da saúde e outros interessados. 


O workshop ‘Segurança Alimentar na Manipulação do Leite Humano Ordenhado’, ministrado pelas especialistas em saúde Carolina Daniel Montagner e Maria Nereida Panichi na manhã desta quarta-feira (22), tem como objetivo promover a conscientização da relevância da segurança alimentar na manipulação do leite humano ordenhado.


Dois eventos serão realizados na quinta-feira (23) em celebração ao Dia Mundial de Proteção do Aleitamento Materno. No período da manhã, o workshop ‘Amamentação é um direito a ser defendido’, com as profissionais Beatriz de Oliveira, Carolina Daniel Montagner e Maria Nereida Panichi, terá como objetivo promover e defender o aleitamento materno, além de explicar as práticas não éticas de marketing de produtos que interferem negativamente na amamentação. No período da tarde, as profissionais Carolina Daniel Montagner e Maria Nereida Panichi farão um debate após a exibição do longa baseado em fatos reais ‘Tigers’.

CONSCIENTIZAÇÃO

O leite materno é o melhor e mais completo alimento para bebês e a forma de proteção mais eficiente para a diminuição das taxas de mortalidade infantil, pois além de proteger a criança de doenças como diarreia, infecções respiratórias e alergias, evita o risco de desenvolver várias enfermidades na vida adulta. Mulheres que amamentam também são protegidas em relação a diversas doenças, como câncer de ovário e de mama. De acordo com o Ministério da Saúde, a amamentação é capaz de reduzir em até 13% os índices de óbitos de crianças menores de cinco anos. 


O alimento é importante para todos os bebês, principalmente para os prematuros e os que estão internados nas unidades neonatais e não podem ser amamentados pela mãe. Um litro de leite materno doado pode alimentar até dez recém-nascidos por dia, já que dependendo do peso, 1 ml do alimento é suficiente para nutrir um prematuro cada vez que for alimentado.


Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil possui a maior e mais complexa Rede de Bancos de Leite Humano do mundo, sendo modelo para a cooperação internacional em mais de 20 países. O Ministério da Saúde e a Fundação Oswaldo Cruz criaram a Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano em 1998 com a missão de promover, proteger e apoiar o aleitamento materno. Em Bauru, o Banco de Leite Humano foi criado em 1984, e teve como diretriz a coleta e distribuição de leite humano com qualidade e foco na diminuição da mortalidade infantil e da desnutrição, como também a promoção, proteção e o apoio ao aleitamento materno.

ESTOQUES

O Banco de Leite Humano realiza um trabalho ininterrupto e muitos bebês dependem da doação do alimento. Importante a adesão de doadoras para que a rede de cuidados chegue até os que necessitam do leite. As interessadas em aderir a campanha devem entrar em contato com o Banco de Leite Humano. A unidade conta com equipe para todo o suporte e apoio às mulheres que querem fazer parte dessa corrente de doações, inclusive com fornecimento de material e coleta dos frascos na residência da doadora.


SERVIÇO


Banco de Leite Humano

Avenida Nações Unidas, 27-28, 1º andar - Vila Universitária

Telefones - (14) 3226-3227 / (14) 99109-2307

E-mail - bancodeleite@bauru.sp.gov.br




Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha